segunda-feira, 22 de agosto de 2011

[Entrevista] FRANCIS CASSOL, batera do SCELERATA

Foto: GUILHERME NOZAWA
O Blog do Feras entrevistou mais uma fera do metal nacional, FRANCIS CASSOL, baterista da banda gaúcha Scelerata. Ele falou do Scelerata, de shows, do novo disco, de Paul Di’Anno e tantas coisas muito legais, confere o papo com esse grande baterista:


Blog do Feras - Para começar a entrevista, muito obrigado por atender o Blog do Feras:

Francis - A alegria é toda minha por poder falar aos fãs do Blog do Feras!

Blog do Feras - Fala um pouco do inicio da banda Scelerata?

Foto: VITOR SAQUETTE
Francis - O Scelerata surgiu no final do ano 2000, e no início de 2002 gravamos o nosso primeiro single, ‘My Paradise’ que foi muito bem aceito na cena. Em seguida passamos a divulgar a banda com muitos shows, dando bastante atenção a aberturas.

Blog do Feras - Nesses quase 10 anos de vida da banda, como está o Scelerata hoje?

Francis - Posso te afirmar com toda a certeza que a banda está no seu melhor momento. As pessoas talvez não saibam disso porque, apesar das tours com o DiAnno que fizemos, não lançamos material novo desde o início de 2008, que foi quando o álbum ‘Skeletons Domination’ foi lançado no Brasil. Hoje temos uma excelente sintonia interna e uma motivação especial graças à entrada do Fábio na banda no ano passado. O disco novo vai mostrar tudo isso.


Blog do Feras - Vocês possuem dois álbuns, “Darkness And Light” e “Skeletons Domination”, comenta um pouco de cada álbum?


Francis - O ‘D&L’ foi gravado em 2005. Sou fã de todas as músicas desse disco, ele é cativante e foi muito bem composto. As dificuldades que tivemos com ele foram durante a produção, muitos problemas.
Mas aprendemos com os erros e fizemos diferente no ‘SD’. Gravamos as baterias no estúdio Mr. Som, em São Paulo, e pela primeira vez trabalhamos com o produtor Charlie Bauerfeind, que mixou e masterizou o trabalho. A produção ficou bem superior ao ‘D&L’, e temos muito orgulho dele.

Blog do Feras - O Scelerata viveu um momento conturbado, a saída do vocalista Carl Casagrande, pode falar desse momento?

Francis - O grande problema com esse episódio foi que nos obrigamos a ficar parados por um tempo, logo após o lançamento do Skeletons. Nunca é bom ter que parar após lançar um disco porque não se tem a possibilidade de divulgá-lo com shows. O Carl se mudou pro exterior e ficamos de mãos atadas por um longo período. Mas isso agora é passado e estamos apenas olhando pra frente, sabendo que a atual formação da banda está superior a qualquer outra que já tivemos.

Blog do Feras - A banda ficou um bom tempo sem encontrar um substituto para Carl, como foi à escolha do novo vocalista, Fábio Juan?


Francis - Quando ficamos sem vocalista, anunciamos na internet. Recebemos material de muita gente, e foi assim que o Fábio veio a nós. Poucos dias antes da primeira tour com o Paul DiAnno, em junho de 2009, recebemos o material dele e ficamos muito impressionados. No entanto naquele momento estávamos totalmente focados na tour e acabamos não retornando. Alguns meses depois nos falamos novamente, ele veio a Porto Alegre – mora em São Paulo – fizemos um ensaio e ele nos surpreendeu muito! Tanto que tocamos apenas três músicas, dávamos risada de felizes por estarmos diante de um grande cantor, e já saímos pra tomar um trago - que também fazia parte do teste! (risos) E ele ainda se revelou uma grande pessoa que fechou 100% conosco. Em seguida fizemos a tour com o DiAnno em 2010.


Blog do Feras - Todo mundo já sabe que vocês são a banda de Paul DiAnno, quando ele vem ao Brasil, como rolou o convite para tocar com o ex-Maiden?

Francis - Nós tivemos a iniciativa de procurá-lo. Sabíamos que a última tour dele no Brasil havia sido uns dois anos antes, sem contar os shows de 2008 com o Rockafellas, que fazia covers de clássicos do rock com o Jean Dolabella (Sepultura), Canisso (Raimundos) e Marcão (ex-Charlie Brown). Mandamos nosso material, e recebemos uma resposta positiva no outro dia. Isso ocorreu no final de 2008, e em seguida a Abstratti Produtora marcou os shows da tour de 2009. Temos mantido a parceria desde então.


Blog do Feras - E como é trabalhar com a Lenda Paul DiAnno?

Show de 2010 Foto: Blog Rio Metal
Francis - O Paul DiAnno é uma grande pessoa, tem um enorme coração. Adora os fãs, recebe todos no camarim após os shows. No show, ele pede pra gente interpretar as músicas dele de uma forma diferente como interpretamos as nossas. O som do Scelerata pede precisão, técnica, além do sentimento, é claro. O Paul pede que a gente seja mais livre no palco, menos preocupados em tocarmos com perfeição técnica. Confesso que os primeiros shows de 2009 exigiram uma adaptação, mas em seguida entendemos o que ele pedia.

Blog do Feras - Como vai ser a turnê de 2011 com DiAnno?

Francis - Esse ano a tour será um pouco menor que a de 2010, quando fizemos 19 shows, passando por 13 capitais. Faremos 10 shows, explorando mais as cidades do interior. No repertório tocaremos o disco Iron Maiden na íntegra, 8 músicas do Killers e mais alguns torpedos da carreira solo do Paul, do Killers, Battlezone, Nomad e outros.

Blog do Feras - Vocês não ficam com, digamos, medo, de ficar conhecidos somente como banda de apoio de DiAnno?

Francis - De maneira alguma! Temos muito orgulho de termos a confiança do Paul! E, além disso, temos uma carreira sólida, que vai se fortalecer ainda mais com o lançamento do próximo disco.

Blog do Feras - Vocês vão tocar em Caxias do Sul, dia 01 de Outubro, com Paul DiAnno, praticamente dois shows do Scelerata, qual a expectativa para esse show na Serra Gaúcha?

Francis - A melhor possível! A ultima vez que o Scelerata tocou em Caxias foi em 2005, e temos certeza que encontraremos a casa cheia e fãs sedentos por uma puta noite de metal!

Blog do Feras - Como é tocar dois shows em uma única noite?

Francis - A preparação é muito importante. Ambos os shows exigem muito fisicamente, mas é ótimo! O que queremos é justamente isso, fazer bons shows, o que não está tão fácil no Brasil ultimamente!

Blog do Feras - Após essa turnê, quais são os planos da banda?

Francis - Estamos muito focados com o disco novo, mas infelizmente ele não estará pronto até o início da tour. Apesar disso, vamos tocar algumas músicas novas para as pessoas irem se preparando para o que está por vir! Após a tour nossos planos são de divulgar o disco com shows, workshops, etc.

Blog do Feras - Como estão as gravações do novo álbum?

Gravação na Alemanha Foto: Site Scelerata
Francis - Estão trabalhosas, muito ao mesmo tempo muito empolgantes. Estamos muito felizes com as músicas e com o resultado que estamos atingindo. Gravei as bateras na Alemanha, no estúdio do Blind Guardian com a produção do Charlie Bauerfeind (Blind Guardian, Helloween, Motorhead, Hammerfall, Rage, Halford, Saxon, entre outros), e o resultado ficou de cair o queixo. O som de batera que tirei eu nunca havia escutado antes. No site da banda tem fotos dessas sessões, e em breve vou postar uns vídeos. O restante está sendo gravado aqui no Brasil, em Porto Alegre e São Paulo com a produção de Renato Osorio – guitarrista da banda e um grande produtor. Estamos sendo muito cuidadosos e caprichosos com toda a produção, certamente será o nosso melhor disco até então. Em setembro o Charlie vai fazer a mix e a master, portanto esperamos lançar o disco no Brasil ainda esse ano – apesar de eu não gostar de estipular prazos.

Blog do Feras - Escutei “Rising Sun”, e gostei muito, se todo disco estiver como essa música, promete ser um grande trabalho?

Francis - É para isso que estamos trabalhando! (risos) A roupagem das músicas está um pouco mais pesada, e temos certeza que o disco será muito bem aceito. A performance do Fábio é o que vai mais chamar a atenção, pois será seu primeiro trabalho conosco. Ele vai impressionar muita gente! Estou muito ansioso para lançar esse disco!


Blog do Feras - Ainda falando em discos, como foi trabalhar com Renato Borghetti no primeiro álbum? Isso foi idéia do guitarrista Magnus Wichmann, neto do grande Teixeirinha? Em minha opinião ficou muito bom e diferente.

Francis - Sim, as músicas que tem gaita são de composição do Magnus, e ele teve a idéia e iniciativa de procurar o Renato. Ele poderia falar melhor sobre isso, pois acompanhou as gravações, mas comenta que foi impressionante trabalhar com o Renato, pois ele demonstrou uma musicalidade ‘alienígena’. Gravou várias opções de solo, tudo em take one, absorveu a harmonia instantaneamente e rapidinho já estava pronto. Para nós foi um orgulho e ficamos muito satisfeitos com o trabalho. No ‘SD’ tivemos a participação em duas faixas do talentosíssimo gaiteiro Matheus Kléber, cuja performance foi de arrepiar.

Blog do Feras - Agora falando do baterista Francis, além do Scelerata, quais outras bandas tu toca?

Francis - Tenho uma banda com o Magnus chamada Street Flash. Fazemos covers de rock, tocamos na noite e estamos conquistando um grande respeito na cena. A banda existe há 4 anos e está tocando por todo o estado do Rio Grande do Sul, em especial em Porto Alegre.
Tenho também um projeto cover de Metallica – chamado Hangmen – que se reúne eventualmente para diversão da galera da banda, que é fã ardorosa do Metallica! (risos)


Foto: GUILHERME NOZAWA
Blog do Feras - Principais influências de Francis?

Francis - Bom, tenho muitas influências, mas acho que dá pra citar Lars Ulrich, Vinnie Paul, Igor Cavalera, Mike Portnoy, Neil Peart, John Bonham, Scott Travis, Mike Terrana, Uli Kusch, Thomen Stauch, Dan Zimmermann, Gene Hoglan, George Kollias, o grande Ingo Schwichtenberg entre muitos outros. De alguns anos para cá tenho conhecido melhor e aprendido muito com o trabalho de caras como Thomas Lang, Virgil Donati, Gavin Harrison e Steve Smith.

Blog do Feras - Um disco?

Francis - O disco que mais escutei na vida provavelmente é o Master of Puppets, mas se for pra escolher o melhor ficaria bem difícil.

Blog do Feras - Um momento inesquecível?

Francis - As gravações do disco novo do Scelerata no estúdio do Blind Guardian na Alemanha.


Blog do Feras - Equipamentos que usa?

Francis - Toco com baquetas C. Ibañez, tênis Urbann Boards e compro todos os meus demais equipamentos na Batera Store (www.baterastore.com.br).

Blog do Feras - Para encerrar uma mensagem para os fãs e leitores do Blog do Feras:

Francis - Agradeço pelo espaço que o Blog do Feras destinou pro Scelerata! Esperamos ver todos no show do Paul DiAnno com o Scelerata em Caxias do Sul dia 1º de outubro!
Não se esqueçam de entrar no site do Scelerata! Temos músicas, vídeos, fotos, etc. em www.scelerata.com.
Convido todos a visitar também o meu My Space em www.myspace.com/franciscassol.

Grande abraço para todos, em especial para o meu amigo Geraldo Andrade.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...